O BLOG do Apólogo

mais sobre mim

os mais recentes

Rir a bandeiras despregad...

...

Grécia - A coisa mais fas...

Governo da Grécia anuncia...

Jardins-de-infância "inac...

O novo fenómeno Papa Fran...

Jardim e os testículos do...

Ania Thiemann e os Alemãe...

Coligação treme. Portas c...

OCDE agrava recessão prev...

O Orçamento mais estúpido...

Corte de 5% no subsídio p...

Maioria PSD/CDS-PP aprova...

Salários em atraso dispar...

Cessar fogo na faixa de G...

Execução orçamental - As ...

Quando o solução para os ...

Empresas alemãs “congelam...

Há muito mais pobres do q...

Uma bela confusão!!! Ante...

Casa Pia não acaba e a ve...

Hamas e Israel .. E conti...

Câmara de Lisboa baixa im...

Manifestação em frente ao...

A China e a mudança de po...

Veneza inundada

Austeridade , Austeridade...

Turismo e nostalgia do co...

Novos dirigentes do Estad...

Cada um tem o que merece

guardados

tags

todas as tags

Segunda-feira, 2 de Março de 2009

Irmãos, irmãos, negócios à parte - Raul Castro reforça poder

 

Ministro dos Negócios Estrangeiros foi substituído
Raul Castro realiza remodelação ministerial em Cuba 
02.03.2009 - 20h21 PÚBLICO
O Presidente cubano Raul Castro demitiu o Ministro dos Negócio Estrangeiros, Felipe Pérez Roque, e o seu chefe de gabinete, Carlos Lage, naquela que é considerada uma remodelação governamental profunda e que Castro disse ter como objectivo tornar o Governo mais coeso com vista ao “aperfeiçoamento” do sistema cubano.
(...)

In "Raul Castro realiza remodelação ministerial em Cuba" . Público [on-line] Lisboa, 02.03.2009. http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1367396. 2 de Março de 2009


As coisas mexem e Raul Castro reforça o seu poder em Cuba.

 

Parece evidente a tensão entre Fidel e Raul, facções mais reformistas ou mais conservadores . O reforço do poder de Raul Castro é indispensável para ele governar por ele, e para mudar, de facto, o rumo político dos útlimos 50 anos.

 

Vamos ver como Raul se sai e se não vai haver uma contra ofensiva liderada por alguém próximo de Fidel, com essa legitimidade, efectiva, ou não.

 

Fidel não reflete há 15 dias. As suas opiniões intimidam muitos cubanos e não é indiferente as pessoas perceberem que ele não está de acordo com o rumo da política cubana - apesar do apelo que o próprio fez para que as pessoas não se sentissem intimidadas com as suas opiniões, claro que ele as expressa com sentido de influenciar, nem de outra forma poderia ser, vindo de quem vem.

 

 


publicado por apólogo às 23:31

link do post | comentar | favorito
|

pesquisar

 

Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Receba notícias nossas
Diga-nos o seu nome e endereço de e-mail:
Nome:
E-mail:
subscrever Sair

Contador

Obama's Complete Victory Speech: Obama Wins the 2012 Election

subscrever feeds