O BLOG do Apólogo

mais sobre mim

os mais recentes

Rir a bandeiras despregad...

...

Grécia - A coisa mais fas...

Governo da Grécia anuncia...

Jardins-de-infância "inac...

O novo fenómeno Papa Fran...

Jardim e os testículos do...

Ania Thiemann e os Alemãe...

Coligação treme. Portas c...

OCDE agrava recessão prev...

O Orçamento mais estúpido...

Corte de 5% no subsídio p...

Maioria PSD/CDS-PP aprova...

Salários em atraso dispar...

Cessar fogo na faixa de G...

Execução orçamental - As ...

Quando o solução para os ...

Empresas alemãs “congelam...

Há muito mais pobres do q...

Uma bela confusão!!! Ante...

Casa Pia não acaba e a ve...

Hamas e Israel .. E conti...

Câmara de Lisboa baixa im...

Manifestação em frente ao...

A China e a mudança de po...

Veneza inundada

Austeridade , Austeridade...

Turismo e nostalgia do co...

Novos dirigentes do Estad...

Cada um tem o que merece

guardados

tags

todas as tags

Sexta-feira, 22 de Julho de 2011

Rodolf Hess e a loucura humana

"A Alemanha decidiu na quarta-feira desenterrar os restos mortais de Rudelf Hess, antigo membro do Partido Nazi e um dos mais leais seguidores de Adolf Hitler, para pôr termo a um ritual de peregrinação que levava, ano após ano, milhares de nacionalistas neo-nazis à campa de Hess no dia do aniversário da sua morte"

 

 

http://sol.sapo.pt/inicio/Internacional/Interior.aspx?content_id=24645~

 

22-07-2011

 


 

A história não se repete! Defendem uns. Quem disse que não se repete? - Perguntam outros.

 

A evolução conhecida das civilizações tem tido um caminho, mas não é um caminho linear. Na verdade é um caminho sinuoso e que depende de inúmeras variáveis que, juntas, vão movendo o mundo, no que às nossas sociedades diz respeito.

 

Nada indica que, neste caminho e nestas interacções a história não se repete, de uma forma ou outra. A verdade é que as guerras e o acto do genocído, a perseguição de umas civilizações por outras, num caminho e numa lógica de competição pelo espaço e pelos bens, reflexo que Darwin captou muito bem no seu estudo das espécies, tem sido uma constante, ao longo da história. Várias sociedades humanas comtemporâneas aprendem, cada vez mais, uma lógica de cooperação e de obtenção de vantagens comuns, através da cooperação a nível mundial mas este efeito não é uma linha recta ou curva evolutiva com sentido determinado.

 

Grupos que preservam legados históricos de ADN de competição exacerbada, dominação e assassínio dos competidores continuam a proliferar, em todos os continentes. E não são só nazis, esses são só símbolos odiosos desta forma de estar e servem de cortina que cobre todos os outros grupos congéneres, cheios de convicções dogmáticas da mesma génese: comunistas, fascistas, ideólogos das raças, salvadores das pátrias, extremistas religiosos cristãos, muçulmanos, indus ou outros, terrorismos sem respeito pela vida humana e pelos povos, nazis ... Enfim, são todos, todos, da mesma raça ... E andam todos, todos, por aí espreitando a oportunidade de se imporem ...

 

A história, de uma maneira ou de outra, vai-se repetindo, de formas diferentes... Penso eu de que ...


publicado por apólogo às 14:16

link do post | comentar | favorito
|

pesquisar

 

Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Receba notícias nossas
Diga-nos o seu nome e endereço de e-mail:
Nome:
E-mail:
subscrever Sair

Contador

Obama's Complete Victory Speech: Obama Wins the 2012 Election

subscrever feeds