O BLOG do Apólogo

mais sobre mim

os mais recentes

Rir a bandeiras despregad...

...

Grécia - A coisa mais fas...

Governo da Grécia anuncia...

Jardins-de-infância "inac...

O novo fenómeno Papa Fran...

Jardim e os testículos do...

Ania Thiemann e os Alemãe...

Coligação treme. Portas c...

OCDE agrava recessão prev...

O Orçamento mais estúpido...

Corte de 5% no subsídio p...

Maioria PSD/CDS-PP aprova...

Salários em atraso dispar...

Cessar fogo na faixa de G...

Execução orçamental - As ...

Quando o solução para os ...

Empresas alemãs “congelam...

Há muito mais pobres do q...

Uma bela confusão!!! Ante...

Casa Pia não acaba e a ve...

Hamas e Israel .. E conti...

Câmara de Lisboa baixa im...

Manifestação em frente ao...

A China e a mudança de po...

Veneza inundada

Austeridade , Austeridade...

Turismo e nostalgia do co...

Novos dirigentes do Estad...

Cada um tem o que merece

guardados

tags

todas as tags

Terça-feira, 2 de Agosto de 2011

A China inova em Robots ...

Nós já sabemos que o Mundo pula e avança ... Sim. Já não é de agora, mas agora damos mesmo por isso. Também sabemos que na China, apesar de tudo, não é só gente a trabalhar. Têm tecnologia de ponta, grandes linhas de montagem  automáticas também. Mas, a sua grande força económica tem sido a mão-de-obra barata, ao jeito da fuga dos campos para a cidade, na Europa do século XIX ou da mão-de-obra barata existente na Europa destruída do pós-guerra (2ª Guerra Mundial), facto que tem permitido a este país produzir e exportar todo o tipo de bens, para todo o Mundo, a preços competitivos e conseguir, com isso, absorver uma parte crescente da riqueza dos páises desenvolvidos.

Um grupo Chinês quer instalar um milhão de robots para substituir mão-de-obra intensiva e contornar os custos crescentes da mão-de-obra, tornando os sues produtos mais competitivos e permitindo aos seus trabalhadores tarefas mais "estimulantes".

A China inova.

Ocorreu-me um pensamento:  o exemplo, sendo bem sucedido, permite diminuir muito a mão-de-obra envolvida na produção e acresce as pessoas ainda necessárias de mais qualificações. Como reflexo da transformação económica que estamos a atravessar, em todo o mundo, a mão-de-obra mais qualificada vai, também, ficar mais barata, mesmo nos países mais desenvolvidos. O exemplo, a ser bem sucedido, permitirá demonstrar, talvez, que uma fábrica com um milhão de Robots pode ser construída e funcionar em qualquer parte do Mundo, quiçá com vantagem nos países desenvolvidos e a preços competitivos, não necessita de ser na China...


Trabalhadores de fábricas do iPhone substituídos por robôs

 

O grupo chinês Foxconn Technology, fabricante de produtos Apple como o iPhone e o iPad, planeia substituir os trabalhadores das suas linhas de montagem por máquinas.

 

(...) A Foxconn, fabricante de iPhones e iPads - também associada a marcas como a Nokia, a Nintendo e a Sony -, dispõe já de 10 mil robôs nas suas linhas de montagem na China, mas planeia chegar a um milhão nos próximos três anos (...)

 

(...) Apesar do seu crescimento económico, a Foxconn tem sido criticada pelas fracas condições de trabalho que oferece. Em 2010, resultado dos múltiplos suicídios registados entre os funcionários das suas fábricas, fez uma revisão laboral e mais que duplicou os salários na fábrica de Longhua, embora se mantenham muito baixos: de 900 yuan (aproximadamente €98) para 2000 yuan (€218). (...)

 

 02 Ago 2011


publicado por apólogo às 20:30

link do post | comentar | favorito
|

pesquisar

 

Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Receba notícias nossas
Diga-nos o seu nome e endereço de e-mail:
Nome:
E-mail:
subscrever Sair

Contador

Obama's Complete Victory Speech: Obama Wins the 2012 Election

subscrever feeds