O BLOG do Apólogo

mais sobre mim

os mais recentes

Rir a bandeiras despregad...

...

Grécia - A coisa mais fas...

Governo da Grécia anuncia...

Jardins-de-infância "inac...

O novo fenómeno Papa Fran...

Jardim e os testículos do...

Ania Thiemann e os Alemãe...

Coligação treme. Portas c...

OCDE agrava recessão prev...

O Orçamento mais estúpido...

Corte de 5% no subsídio p...

Maioria PSD/CDS-PP aprova...

Salários em atraso dispar...

Cessar fogo na faixa de G...

Execução orçamental - As ...

Quando o solução para os ...

Empresas alemãs “congelam...

Há muito mais pobres do q...

Uma bela confusão!!! Ante...

Casa Pia não acaba e a ve...

Hamas e Israel .. E conti...

Câmara de Lisboa baixa im...

Manifestação em frente ao...

A China e a mudança de po...

Veneza inundada

Austeridade , Austeridade...

Turismo e nostalgia do co...

Novos dirigentes do Estad...

Cada um tem o que merece

guardados

tags

todas as tags

Terça-feira, 11 de Junho de 2013

Jardim e os testículos dos Portugueses ... (em Fevereiro de 2007, declarações sobre o referendo da interrupção voluntária da gravidez )

Ao ler uns post's antigos deparei-me com este, sobre Alberto João Jardim e os testículos dos Portugueses, tema que pareceu interessar-lhe naqueles tempos, a propósito do referendo e da lei sobre a interrupção voluntária da gravidez. Passado este tempo todo confirma-se que o Presidente do Governo Regional da Madeira (desde março de 1978), parece estar cada vez mais "castrado" ... A interrupção voluntária da gravidez pratica-se na Madeira, o Governo Regional tem verbas prevista para cobrir e despesa e que remédio tem ele senão "engulir" os sucessivos cortes das tranferências do Estado para o arquipélago, feitos desde então acompanhados de medidas de justiça e equiparação com os Açores, por exemplo, sempre em desvantagem em relação à Madeira, etc, etc. Pouco temos ouvido este senhor, felizmente !!!!  :) Não resisto a transcrever !!!

 

Sábado, 17 de Fevereiro de 2007

«As bananas no Jardim (Alberto João Jardim a propósito do referendo da Interrupção Voluntária da Gravidez)

Alberto João Jardim entendeu por bem, do alto da Sua Magestade Insular  verberar os tomates alheios. Segundo ele, os outros não têm tomates.

Descontamos a sua deformação de ilhéu. Todos sabemos as tradições agrícolas da paradisíaca Ilha da Madeira tão rica em plantações de bananas e o Alberto João acha que este fruto vai muito bem com tomates.

Mas olhe, Dr. Alberto João que aqui, como aí, costumamos dizer: cada um fala por si!

Tenho ideia, cá para mim, que o que se passará na realidade é que o Sr. Dr. se está a sentir cada vez mais castrado.

Isso sim.»

 

http://apologo.blogs.sapo.pt/2007/02/

 

«Jardim: portugueses "não têm testículos" para dizer que o referendo não é vinculativo»

 

»

 

http://www.publico.pt/politica/noticia/jardim-portugueses-nao-tem-testiculos-para-dizer-que-o-referendo-nao-e-vinculativo-1285852

 


publicado por apólogo às 15:00

link do post | comentar | favorito
|

pesquisar

 

Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Receba notícias nossas
Diga-nos o seu nome e endereço de e-mail:
Nome:
E-mail:
subscrever Sair

Contador

Obama's Complete Victory Speech: Obama Wins the 2012 Election

subscrever feeds