O BLOG do Apólogo

mais sobre mim

os mais recentes

Muita chuva e um Inverno ...

Foi você que falou em efe...

guardados

tags

todas as tags


Domingo, 1 de Fevereiro de 2009

Muita chuva e um Inverno normal

Sempre a ouvir previsões apocalípticas e pouco credíveis do fim do mundo em alterações climáticas drásticas e irreversíveis: sabe bem um inverno frio e chuvoso, com alguma  - considerada - normalidade.


 

Este Janeiro foi o mais chuvoso dos últimos 30 anos

 
 
«Mau tempo. Contrariando a cada vez maior tendência de seca, o primeiro mês do ano registou chuva intensa, batendo a média das três últimas décadas.(...)
(...)
Choveu mais este Janeiro do que no mesmo mês nos últimos 30 anos, em termos médios, disse ontem ao DN fonte do Instituto de Meteorologia (IM). Os dados relativos à precipitação até ao dia 30 apontam, "que o valor de Janeiro excede claramente os valores normais",

 

(...)
"Estamos a viver um Inverno à antiga", explica ao DN o climatólogo Dionísio Gonçalves, acrescentando: "Este é um bom exemplo do nosso clima normal. O que sai da normalidade foi o número de vezes que nevou. Sobretudo no litoral e em locais onde é muito raro". O Norte e o Centro de Portugal foram as regiões mais afectadas pela chuva, apesar de esta noite a chuva ter descido no mapa (centro e sul).
(...)
De acordo com a meteorologista Maria João Frade, a chuva está para durar.- "Nos próximos nove dias, esperamos precipitação todos os dias",

In Este Janeiro foi o mais chuvoso dos últimos 30 anos - DN [on-line] Lisboa, 1 de Fevereiro de 2009. http://dn.sapo.pt/2009/02/01/sociedade/este_janeiro_o_mais_chuvoso_ultimos_.html. 1 de Fevereiro de 2009

 

tags:

publicado por apólogo às 14:30

link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 17 de Março de 2007

Foi você que falou em efeito de estufa ?

 


 

«Estudo

Terra esteve coberta de gelo por duas vezes

Cientistas descobriram provas de que a Terra esteve, pelo menos por duas vezes, totalmente coberta de gelo no período que começou há 758 milhões de anos e terminou há 580 milhões de anos, referia ontem a revista Science. As provas foram encontradas numa análise do irídio interplanetário depositado nas camadas de gelo durante aquele período.

O estudo dos geólogos da Universidade de Witwatersrand, na África do Sul, e do Departamento de Ciências Geológicas de Viena indica que se pensa que existiram na realidade quatro glaciações, mas só há provas de duas. Essas glaciações do Neoproterozóico terminaram bruscamente quando começou a surgir um aquecimento global que produziu um rápido degelo devido ao que foi classificado como «um efeito de superestufa».

Até esse momento o metal acumulou-se nas camadas de gelo que cobriam continentes, mares e oceanos. «Os nossos dados confirmam a presença de extensas glaciações no Neoproterozóico e indicam que uma delas foi de pelo menos três milhões de anos e mais provavelmente de 12 milhões de anos», escreveram os autores. As concentrações deste tipo de irídio encontradas perto da África equatorial são as que permitiram ajustar o cálculo dos períodos de glaciação. »

In A Capital de 9 de Abril de 2005

Recupero aqui este post que já é antiguinho mas que mantém actualidade. Muito pouco sabemos nós sobre o clima na terra sobre a sua evolução e sobre as causas dessa evolução e mudanças.


publicado por apólogo às 10:00

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|


pesquisar

 

Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Receba notícias nossas
Diga-nos o seu nome e endereço de e-mail:
Nome:
E-mail:
subscrever Sair

Contador

Obama's Complete Victory Speech: Obama Wins the 2012 Election

subscrever feeds