O BLOG do Apólogo

mais sobre mim

os mais recentes

Grécia - A coisa mais fas...

Governo da Grécia anuncia...

guardados

tags

todas as tags


Quarta-feira, 12 de Junho de 2013

Grécia - A coisa mais fascista que eu já vi na União Europeia - uma parte da democracia cai na Grécia.

Grécia   

      Governo vai enviar polícia para evacuar estação pública   

Luís Reis Pires   12/06/13 10:21

Jornalistas da ERT barricaram-se na estação depois de esta ser encerrada, ontem à noite, e continuam a emitir por satélite.   

Depois de ontem à noite a polícia ter desactivado o sinal da emissora pública, os jornalistas encontraram uma forma de resistência que passa por, fechados dentro do edifício da ERT, continuarem a emitir através de internet e satélite.

No enanto, o governo grego prepara-se para enviar forças policiais para o local, para evacuarem o edifício da ERT. De acordo com declarações da jornalista da ANA Dimitra Letsa, à Lusa, "o governo anunciou que vai enviar a polícia para evacuar o edifício".

 

http://economico.sapo.pt/noticias/governo-vai-enviar-policia-para-evacuar-estacao-publica_171209.html

 

 

 

Grécia

Atenas quer enviar polícia para evacuar edifício TV

 

por Texto da Lusa, publicado por Lina Santos

 

 

O Governo grego tenciona recorrer à polícia para evacuar o edifício da emissora pública ERT, que continua ocupado por centenas dos 2.656 trabalhadores horas depois do seu encerramento, disse à Lusa uma jornalista da agência de notícias ANA.

 

"O Governo anunciou que vai enviar a polícia para evacuar o edifício", disse Dimitra Letsa, da agência ANA/MPA, que em declarações à Lusa, por telefone, explicou que, para o Governo de Atenas o edifício pertence agora ao Ministério das Finanças, pelo que qualquer pessoa que se mantenha no interior estará a invadir o edifício e será levada à justiça.

As cadeias da ERT deixaram de emitir às 23:00 (21:00 de Lisboa) de terça-feira e os écrans ficaram negros, com o emissor principal, situado numa montanha perto de Atenas, a ser desativado pela polícia, segundo fonte sindical.

A decisão de encerrar a estação pública de rádio e televisão, justificada pelo Governo com a alegada "falta de transparência e incrível extravagância" da sua gestão, foi recebida com indignação no país e no estrangeiro.

 

http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=3266156

 

 

 

Esta é a coisa mais fascista que eu já vi na União Europeia e é bem sinal dos tempos que vivemos. Fechar os serviços públicos de televisão desta forma é de um revanchismo que cheira a vingança contra os jornalistas, um dos poderes e pilares da democracia e conseguir fazê-lo, arranjar "jusificações" para o fazer, denuncia os perigos desta União Europeia.

 

O problema é que isto não é só na Grécia. As justificações para fazer tudo o que este poder político quer a nível Europeu, com o pano de fundo de situações excepcionais e da crise financeira e económica, aparecem por todo o lado e em todos os países.

 

Este tipo de situações normalmente são como peças de dominó a cair: começam nalgum lado e levam tudo atrás. Agora, são as liberdades, a informação livre, o serviço público. Com esta atitude, uma parte da democracia cai na Grécia.

 


publicado por apólogo às 12:10

link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 11 de Junho de 2013

Governo da Grécia anuncia fecho imediato da TV e rádio públicas

«Governo da Grécia anuncia fecho imediato da TV e rádio públicas Hoje será o último dia de emissão na ERT, cujos trabalhadores se reuniram de urgência para analisar a situação. Decisão foi imposta pela troika, cujos representantes estão em Atenas

 

Lusa 17:52 Terça feira, 11 de  junho de 2013

O Governo grego anunciou hoje o encerramento imediato da  televisão e rádio pública, ERT, o que vai levar ao despedimento de 2700 pessoas.  

"A ERT é um caso de extraordinária falta de transparência e de  incrível esbanjamento. Isso acaba agora", disse o porta-voz do Governo, Simos  Kedikoglou, em conferência de imprensa. "A ERT deixa de existir após o fecho da  emissão esta noite. Em seu lugar, começará a funcionar o mais rapidamente  possível um organismo público, moderno, com muito menos pessoal", acrescentou.  

Segundo a imprensa grega, a ERT conta atualmente com perto de  2700 funcionários.

O porta-voz disse que os trabalhadores serão despedidos e  indemnizados e que poderão candidatar-se a um posto de trabalho na nova  organização. 

"O Governo está disposto a sacrificar a rádio e televisão  pública para cumprir" as exigências dos credores internacionais (Comissão  Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional), afirmou o  sindicato da ERT em comunicado.»

 

 

Isto está um saque impensável ... Nem no mais fértil imaginário dos críticos do sitema alguém pensou que se poderiam passar coisas estas num país independente (vê-se que já não é ) e numa democracia no seio do União Europeia. Fecham estes órgãos de informação "à pressão", como quem diz: estão contra nós, vai tudo para a rua !!! Depois dizem que vão criar OUTRA empresa pública, rapidamente !!! (???) e que os tranbalhadores entrwatnto despedidos e a quem foram pagas indemnizações podem concorrer à nova empresa a criar !!!! E para isto tudo há dinheiro !!...

 

Surreal

 

Expresso
http://expresso.sapo.pt/governo-da-grecia-anuncia-fecho-imediato-da-tv-e-radio-publicas=f813322#ixzz2Vw1yLZb8

publicado por apólogo às 19:48

link do post | comentar | favorito
|


pesquisar

 

Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Receba notícias nossas
Diga-nos o seu nome e endereço de e-mail:
Nome:
E-mail:
subscrever Sair

Contador

Obama's Complete Victory Speech: Obama Wins the 2012 Election

subscrever feeds