O BLOG do Apólogo

mais sobre mim

os mais recentes

Rir a bandeiras despregad...

...

Grécia - A coisa mais fas...

Governo da Grécia anuncia...

Jardins-de-infância "inac...

O novo fenómeno Papa Fran...

Jardim e os testículos do...

Ania Thiemann e os Alemãe...

Coligação treme. Portas c...

OCDE agrava recessão prev...

O Orçamento mais estúpido...

Corte de 5% no subsídio p...

Maioria PSD/CDS-PP aprova...

Salários em atraso dispar...

Cessar fogo na faixa de G...

Execução orçamental - As ...

Quando o solução para os ...

Empresas alemãs “congelam...

Há muito mais pobres do q...

Uma bela confusão!!! Ante...

Casa Pia não acaba e a ve...

Hamas e Israel .. E conti...

Câmara de Lisboa baixa im...

Manifestação em frente ao...

A China e a mudança de po...

Veneza inundada

Austeridade , Austeridade...

Turismo e nostalgia do co...

Novos dirigentes do Estad...

Cada um tem o que merece

guardados

tags

todas as tags

Sexta-feira, 2 de Março de 2007

Suicídios e finados

 


Se os militantes do CDS-PP optarem por reeleger o Dr. Paulo Portas para presidente correm o risco de mudar de partido: deixam de ser do CDS - Partido Popular e passam para o CDS - PPP, Partido do Paulo Portas. E o problema é que esta opção de PPP será sempre traumática, se não suicidária.

Se o Dr. Paulo Portas não consegue os objectivos de crescimento do partido,  derrotando a maioria absoluta do Eng.º Sócrates e fazendo parte de uma solução governativa na próxima legislatura, demite-se e lá se vai o Grande Pai, deixando uma legião de órfãos unicamente dependentes de alguma solução dos serviços de apoio do Ministério da solidariedade e Segurança Social. Até meterá pena.

Se conseguir sucesso (que passa, sempre, por infringir uma derrota ao Eng.º Sócrates) esse sucesso é sempre do Paulo Portas e nunca do CDS-PP. Ou seja, quando depois deste sucesso ele sair do PPP em todo o caso, lá ficarão dependentes dos pedopsiquiatras, outra vez.

Só há uma salvação, nesta opção dos militantes: o Dr. Paulo Portas resolver casar, assentar também no Partido para o resto da vida e uma vez finado, talvez substituído pela sua esposa, qual Péron à Portuguesa.

Boa Sorte PPP


publicado por apólogo às 23:54

link do post | favorito

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

pesquisar

 

Junho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


subscrever feeds